A SPED é a entidade responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais. Ao utilizar o nosso site institucional serão recolhidas cookies para melhoria da experiência de utilização e do cumprimento da nossa missão. Os mesmos são tratados de acordo com a nossa política de privacidade, que pode ser consultada em www.sped.pt. Pode obter informação adicional sobre o exercício dos seus direitos e sobre o tratamento de dados pessoais realizado pela SPED através do contacto: geral@sped.pt

Doença do Refluxo Gastro-Esofágico

O que é?

O refluxo gastroesofágico consiste na passagem de conteúdo do estômago, habitualmente ácido, para o esófago na ausência de vómito.

Este evento ocorre frequentemente em adultos saudáveis e não é sinónimo de doença. Contudo, quando os episódios de refluxo condicionam sintomas e/ou provocam lesões da parede esofágica estamos na presença de uma doença de refluxo gastroesofágico (DRGE).   

A DRGE é uma condição muito frequente, estando presente em 8-33% da população mundial e atingindo ambos os sexos e todas as faixas etárias.

Classifica-se em DRGE erosiva e não erosiva, de acordo com a existência ou ausência de lesão esofágica na avaliação por endoscopia digestiva alta (EDA).

Qual a sua causa e fatores de risco?
Quais os sintomas?
Existem complicações?
Como se diagnostica?
Como se trata?

Figura 1: esofagite ligeira

Image

Figura 2: esofagite grave

Image

Figura 3: estenose péptica

Image

© 2020 SPED. Todos os direitos Reservados. MediaPrimer