A SPED é a entidade responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais. Ao utilizar o nosso site institucional serão recolhidas cookies para melhoria da experiência de utilização e do cumprimento da nossa missão. Os mesmos são tratados de acordo com a nossa política de privacidade, que pode ser consultada em www.sped.pt. Pode obter informação adicional sobre o exercício dos seus direitos e sobre o tratamento de dados pessoais realizado pela SPED através do contacto: geral@sped.pt

Gastrostomia percutânea endoscópica

O que é?
A Gastrostomia Percutânea Endoscópica (PEG na sigla em inglês - Percutaneous Endoscopic Gastrostomy) é uma técnica endoscópica que consiste na introdução de uma sonda na cavidade gástrica através da parede abdominal, com a ajuda da endoscopia digestiva alta. A colocação desta sonda permite a administração de comida, líquidos e medicação em doentes que não conseguem deglutir por diversas razões. O procedimento tem uma duração aproximada de 30 minutos.
Existem várias técnicas de introdução da sonda, sendo o método de “Pull” o mais comummente utilizado.
As sondas podem ter calibres variáveis, tendo as mais utilizadas cerca de 8mm de diâmetro. Após discutir com o médico os benefícios e os riscos associados à colocação de uma sonda de PEG, o doente ou o seu responsável (quando o doente não tem capacidade) assina um consentimento informado que permite a realização da técnica. 
O que se passa durante uma gastrostomia percutânea endoscópica?
Que preparação é necessária para este procedimento?
Quais as principais indicações para realizar este procedimento?
Em que situações não deve ser realizado este procedimento?
Quais os principais riscos da gastrostomia percutânea endoscopica?
Vídeo informativo (inglês)

© 2020 SPED. Todos os direitos Reservados. MediaPrimer