A SPED é a entidade responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais. Ao utilizar o nosso site institucional serão recolhidas cookies para melhoria da experiência de utilização e do cumprimento da nossa missão. Os mesmos são tratados de acordo com a nossa política de privacidade, que pode ser consultada em www.sped.pt. Pode obter informação adicional sobre o exercício dos seus direitos e sobre o tratamento de dados pessoais realizado pela SPED através do contacto: geral@sped.pt

Endoscopia no esófago de Barrett (ESGE 2017)

 A European Society of Gastrointestinal Endoscopy (ESGE) publicou a sua posição sobre o manejo endoscópico do Esófago de Barrett (EB). Com o título original de "Endoscopic management of Barrett’s esophagus: European Society of Gastrointestinal Endoscopy (ESGE) Position Statement", os principais destaques são:

Diagnóstico é estabelecido se existir uma extensão mínima de 1 cm de epitélio columnar no esófago distal contendo metaplasia intestinal especializada;Recomendados intervalos de vigilância diferentes consoante a extensão do EB;O diagnóstico de qualquer grau de displasia requer confirmação por um patologista gastrointestinal perito;Doentes com lesões visíveis diagnosticadas como contendo displasia ou carcinoma inicial devem ser referenciados  para centros especializados para ressecção;São definidos os critérios para centros especializados e as indicações para referenciação.

O texto completo pode ser consultado em:

Endoscopic management of Barrett’s esophagus: ESGE Position Statement (PDF)


© 2019 SPED. Todos os direitos Reservados. MediaPrimer